Cinema| A Escolha Perfeita 3

Novo clipe de A Escolha Perfeita 3 mostra as Bellas conhecendo suas concorrentes. Confira:

Na trama, depois de ganharem o campeonato e se formarem na universidade, as Bellas se veem no mundo real, onde não há muitas perspectivas de trabalho para quem faz música com a boca. Elas estão separadas, mas se unem mais uma vez quando surge a oportunidade de uma turnê mundial.

Elizabeth Banks está no elenco e a estreia no Brasil está marcada para 8 de março de 2018.

Anúncios

Espaço das Américas abre sessão extra de Felipe Neto após sucesso de vendas

Após sucesso de vendas, o Espaço das Américas abre 2º sessão da apresentação “Megafest” do youtuber Felipe Neto no domingo, dia 26 de novembro, às 18h30. Já a primeira sessão, que os ingressos estão praticamente esgotados, tem início às 15h30.

Rodando diversas capitais do Brasil, Felipe Neto chega a São Paulo com “Megafest”, espetáculo que busca interagir ao máximo com o seu público, através de brincadeiras e muita emoção. Claro, tudo do jeitinho irreverente que só ele consegue fazer.

Ciente da sua importância no mercado digital, tanto como produtor de conteúdo quanto como empreendedor, Felipe Neto acredita que o momento é de buscar uma nova relação entre youtubers, anunciantes e o público. “Este mercado é muito novo e democrático. Acredito que agora é preciso chegar neste nível em relação aos anunciantes, que ainda não sabem trabalhar suas marcas dentro da realidade dos influenciadores. Trabalho para evitar que isso seja uma bolha, um movimento passageiro”, analisa Felipe.

Em setembro, Felipe Neto fechou o mês com 1,8 bilhões de views no YouTube, ficando em 1º lugar do YouTube Brasil em visualizações e ganhando 796 mil novos inscritos em seus canais.

Os ingressos para esta grande apresentação estão disponiveís. Para adquiri-los, basta ir pessoalmente às bilheterias do Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – SP – de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência) ou acessar o site da Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV). Os preços vão de Setor Platinum – Fila 1 a 4: R$ 90,00 (meia) e R$ 180,00 (inteira) | Setor Azul Premium – Fila 1 a 7: R$ 70,00 (meia) e R$ 140,00 (inteira) | Setor Azul – Fila 8 a 15: R$ 60,00 (meia) e R$ 120,00 (inteira) | Setor A, B, C e D: R$ 50,00 (meia) e R$ 100,00 (inteira) | Setor I, J, K e L: R$ 40,00 (meia) e R$ 80,00 (inteira).

Serviço – Apresentação do Felipe Neto com o espetáculo “MegaFest” | Espaço das Américas

1º sessão

Data: 26 de novembro de 2017 (domingo)

Abertura da casa: 14h

Início da apresentação: 15h30

2º sessão 

Data: 26 de novembro de 2017 (domingo)

Abertura da casa: 17h30

Início da apresentação: 18h30

Censura: Livre – menores de 12 anos apenas acompanhados pelos pais ou responsável legal.
Local: Espaço das Américas ( Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo – SP)

Capacidade da casa para este evento: 3.170
Acesso para deficientes: sim
Ingressos: 
Setor Platinum – Fila 1 a 4: R$ 90,00 (meia) e R$ 180,00 (inteira) | Setor Azul Premium – Fila 1 a 7: R$ 70,00 (meia) e R$ 140,00 (inteira) | Setor Azul – Fila 8 a 15: R$ 60,00 (meia) e R$ 120,00 (inteira) | Setor A, B, C e D: R$ 50,00 (meia) e R$ 100,00 (inteira) | Setor I, J, K e L: R$ 40,00 (meia) e R$ 80,00 (inteira).

Compras de ingressos: Nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência ) ou Online pelo site da Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV).

Formas de Pagamento: Dinheiro, Cartões de Credito e Debito, Visa, Visa Electron, MasterCard, Diners Club, Rede Shop. Cheques não são aceitos.

Objetos proibidos: Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de audio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.

Musical| Hebe, O Musical! Está em cartaz em São Paulo 

Quinta a domingo no Teatro Procópio Ferreira

 

Rainha da televisão brasileira, estrela multifacetada é homenageada em grandioso espetáculo de teatro, música e dança

 

Da infância humilde em Taubaté, no interior de São Paulo, ao posto de rainha da televisão brasileira, Hebe Camargo ganha um musical, baseado na biografa escrita por Artur Xexéo e com direção de Miguel Falabella, que conta sua escalada profissional e os amores que passaram por sua vida. Embalado pelas canções que marcaram sua carreira de cantora, o espetáculo atravessa oito décadas nas quais, muitas vezes, os caminhos de Hebe e da TV no Brasil se confundem.

 

 

Com 21 atores em cena, orquestra composta por 09 músicos e mais de 30 técnicos envolvidos, a própria Hebe recebe o público que vai ao Teatro Procópio Ferreira e o convida a conhecer a sua história. A proposta é que o público acompanhe a grade de uma programação de TV típica dos anos 60. Nela, a garota-propaganda (Giovana Zotti) se atrapalha com os comerciais ao vivo e Leonor (Brenda Nadler), uma fã de Hebe Camargo, responde sobre a vida de seu ídolo ao peculiar apresentador de um programa de perguntas e respostas, Belo Garrido (Daniel Caldini). É através do conhecimento desta fã que a plateia acompanha o caminho da artista, que será interpretada por Carol Costa, na juventude, e Débora Reis, na vida adulta.

 

A relação de Hebe com os pais Fêgo Camargo (Carlos Leça) e Ester Camargo (Clarty Galvão), sua participação em programas de calouros e sua experiência de cantar no rádio formando conjuntos vocais com as primas Maria (Keka Quarterone) e Helena (Mari Saraiva), assim como com a irmã Stela (Fefa Moreira) também farão parte do enredo. As muitas amigas de Hebe são representadas por duas figuras bastante conhecidas do público: a também cantora Lolita Rodrigues (Renata Ricci), que Hebe conheceu ainda adolescente e de quem foi próxima a vida inteira, e Nair Bello (Renata Brás), com quem desfrutava noites de carteado e francas conversas regadas a gargalhadas. Ao lado de Lolita, vemos Hebe como cantora de boate num hotel do centro de São Paulo e sua participação na inauguração da primeira estação brasileira de TV.

 

A peça mostra o namoro de Hebe com o boxeador americano Joe Louis (Renato Caetano) e sua relação complicada, escondida do grande público, com o empresário Luís Ramos (Frederico Reuter). Paralelamente, acompanhamos o sucesso que ela alcança como apresentadora da TV Paulista, emissora onde chega a comandar seis programas semanais simultaneamente.

 

Seguem-se seu primeiro casamento, com o comerciante Décio Capuano (Guilherme Magon), o nascimento de seu único filho, Marcello (Adriano Tunes), e sua contratação pela TV Record, onde apresenta por oito anos o mais popular programa de entrevistas dos anos 60: uma atração que leva seu nome e que, por um bom tempo, foi campeã de audiência nas noites de domingo.

 

O musical registra também a separação de Décio, a rápida passagem pela TV Tupi, o trauma que a fez parar de cantar, os encontros hilários com Amâncio Mazzaroppi (Adriano Tunes) e Ronald Golias (Fernando Marianno), a carinhosa amizade com o cantor Agnaldo Rayol (Rodrigo Garcia/Frederico Reuter) e a união com o importador Lélio Ravagnani (Dino Fernandez), com quem viveu por 27 anos. Vemos Hebe tornar-se porta-voz da luta contra a corrupção em Brasília no programa que apresentou no SBT durante 24 anos e onde transformou em tradição o “selinho” que dava em seus convidados preferidos.

 

Com coreografias de Fernanda Chamma, direção musical de Daniel Rocha e e preparação vocal Guilherme Terra, que também será o maestro, Hebe – O musical traça a trajetória pessoal e profissional da mais carismática das apresentadoras de TV no Brasil e, por isso mesmo, a mais popular.

 

A Produção é assinada por Luiz Oscar Niemeyer, Julio Cesar Figueiredo Junior, Claudio Pessuti e Luis Henrique Ramalho.

Hebe O Musical

Apresentação: Ministério da Cultura e Prosegur

Patrocínio Oficial: EMS, Zurich e Atlas Shindler

Apoio Cultural: Estácio

Coprodução: Bonus Track, Hebe Forever e Atual Consultoria.

Realização: Ministério da Cultura e Bonus Track Entretenimento.

 

  

HEBE O MUSICAL

Teatro Procópio Ferreira (624 lugares)

Rua Augusta, 2.823 – Jardins

Informações: 3083-4475

Vendas de grupos: (11) 3064-7500

Vendas: http://www.ingressorapido.com.br e tel.: 4003-1212.

Bilheteria: de quinta a domingo da 14h00 até o inicio do espetáculo.

Abertura da casa: 1 hora antes do início do espetáculo. Aceita cartões de todas as bandeiras. Não aceita cheque. Não faz reserva de ingresso. Acesso e lugares para deficientes físicos e pessoas com sobrepeso, ar condicionado.

Estacionamento Conveniado: Auto vagas, a 170m do Teatro, Rua Augusta 2673, Valor único R$ 20 (mediante a apresentação de ticket selado. Retire o selo na Bilheteria) Não abre aos Domingos.

 

Quinta e Sexta às 21h | Sábado às 17h e 21h | Domingo às 18h

 

Ingressos:

 

Quinta: R$ 50 (Ingressos Populares) | R$ 130 (setor I) | R$ 160 (setor Premium)

 

Sexta e domingo: R$ 50 (Ingressos Populares) | R$ 150 (setor I) |

R$ 170 (setor Premium)

 

Sábado: R$ 50 (Ingressos Populares) | R$ 170 (setor I) | R$ 190 (setor Premium)

 

Duração: 140 minutos (com intervalo de 20 min)

Recomendação: 12 anos

Gênero: musical

 

Estreou dia 12 de Outubro de 2017

Temporada 2017: até o dia 17 de Dezembro

 

Facebook HEBEOMUSICAL

Instagram #hebeomusical

Teatro | Vanessa Gerbelli e Alessandra Verney cantam os desejos e memórias dentro da prisão na peça Do Outro Lado

Com direção de Patrícia Pinho e participação especial e direção musical do pianista Miguel Briamonte, espetáculo cumpre temporada de estreia no Teatro Porto Seguro entre 27 de setembro e 26 de outubro
O musical Do Outro Lado se passa no pátio de uma prisão fictícia, onde duas mulheres e um pianista (Miguel Briamonte) fazem um espetáculo em homenagem a uma colega falecida há uma semana. Silmara (Vanessa Gerbelli) está pagando por um crime que diz não ter cometido e a cantora e musicista Diana (Alessandra Verney) é acusada pelo marido de tentativa de assassinato.
A peça, além de dramatizar as memórias, desejos e projeções das duas personagens, conta a amizade improvável que floresce entre elas em condições de escassez e solidão. A direção é de Patrícia Pinho e a direção musical é de Miguel Briamonte.
A estreia é dia 27 de setembro no Teatro Porto Seguro para temporada às quartas e quintas às 21h até dia 26 de outubro.
Essas duas mulheres pertenciam a realidades bastante diferentes antes de serem presas. Silmara foi encarcerada injustamente por assassinato, segundo a própria versão, há 10 anos. Divertida, fã de Raimundo Fagner e filha de uma professora de religião, foi separada precocemente de sua filha, que nasceu já na prisão. É um dos muitos talentos que nunca tiveram vez nos palcos.
Já Diana é uma talentosa ex-cantora da noite. Bem-nascida, depressiva e temperamental, casa-se com o “amor de sua vida” e passa a ter uma vida burguesa e pacata. Certo dia, encontra sinais de uma possível traição de seu marido e dispara contra ele ao flagrá-lo cometendo o adultério. O tiro pegou de raspão, ela foi presa por tentativa de homicídio e, desde então, aguarda seu julgamento.
A prisão é retratada metaforicamente pelo diretor de arte Gringo Cardia, que criou uma instalação em formato de um imenso coração e de um cadeado. A encenação procura evocar com sutileza a delicadeza e a paixão das almas femininas.
Com a ajuda especial do pianista Miguel Briamonte, Vanessa Gerbelli e Alessandra Verney interpretam em cena canções de Elvis Presley, Roberto Carlos, Raimundo Fagner, Olga Guillot, música gospel e outros sucessos do repertório nacional e internacional.
PATRÍCIA PINHO

Formada em artes cênicas pela Unirio (Universidade Federal do Rio de Janeiro), a atriz e diretora Patrícia Pinho fundou, em 2003, a Cia. Teatro do Nada, especializada na linguagem da improvisação. Em 2010, ganhou o prêmio APTR (Associação dos Produtores de Teatro do Rio), na categoria de “Melhor Atriz Coadjuvante”, pelo trabalho na peça “As Meninas”, de Maitê Proença e Luis Carlos Góes. Desde 2015, integra o elenco da nova versão do programa humorístico Zorra Total. Na TV, ainda participou da novela “Meu Pedacinho de Chão”, da temporada de “Malhação – Casa Cheia” e da série “Os Caras de Pau”.

VANESSA GERBELLI

Com uma carreira consolidada no teatro, na televisão e no cinema, a cantora e atriz paulista Vanessa Gerbelli é formada em artes plásticas pela Faculdade Belas Artes. Nas telinhas, participou recentemente das novelas “Novo Mundo” (2017), “Malhação” (2015-2016), “Sete Vidas” (2015) e “Em Família” (2014). Nas telonas, atuou nos filmes “Ela é o Cara” (2017), “A Hora e a Vez de Augusto Matraga” (2015), “Paixão e Acaso” (2012), “As Mães de Chico Xavier” (2011) e “Carandiru” (2003).

Alguns dos espetáculos teatrais de que participou são “Forever Young” (2017), “A Paixão Segundo Nelson” (2016), “Quase Normal” (2012) e “Emilinha e Marlene” (2011). Ela ganhou os prêmios Troféu Nelson Rodrigues (2016), Qualidade Brasil (2013), Bibi Ferreira (2013) e APTR (2013).
ALESSANDRA VERNEY

A atriz, cantora e compositora Alessandra Verney já conquistou o Prêmio Açorianos de Música como “Artista Revelação” em 1994. No teatro, já participou de vários musicais, como “Memórias de um Gigolô” (2015), “Alô, Dolly!” (2014), “Um Violinista no Telhado”(2012) e “Beatles Num Céu de Diamantes” (2009). Em 2015, ganhou os prêmios Shell (Rio), Cesgranrio de Teatro e APTR, todos na categoria de “Melhor atriz”, pelo trabalho no espetáculo “Kiss Me Kate – O Beijo da Megera”. Na televisão, participou da novela “Rock Story” (2016) e da série “Sexo e as Negas” (2015).
FICHA TÉCNICA

Texto de Vanessa Gerbelli

Direção: Patrícia Pinho

Supervisão De Direção: Amir Haddad

Atriz Convidada: Alessandra Verney

Atriz Substituta: Izabella Bicalho

Direção Musical e Part. Especial: Miguel Briamonte

Versão de “ Eu Só Quero Um Xodó” de Daniel Salve

Direção de Arte e Cenografia: Gringo Cardia

Iluminação: Paulo César Medeiros

Figurino : Marie Salles

Visagismo: Diego Nardes e Lucas Souza

Direção de Movimento: Flavia Rinaldi

Assistência de Direção: Alessandro Persan

Assistente de Designer Gráfico: Matheus Meira

Assistente de Cenografia: Jackson Tinoco

Assistente de Figurino: Renata Vasconcelos

Direção de Palco: Marcelo Gomes

Fotografia: Miriã Brasil e Kelson Spalato

Operação de Som: Rafael Caetano

Operação de Luz: Alexandre Bafé

Direção de Produção: Kauidea Produções Artísticas

Produção Executiva: Dea Martins e Vanessa Gerbelli

Apoio de Produção Ensaios RJ: Amanda Silva

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio
SERVIÇO

“Do Outro Lado”, com Vanessa Gerbelli e Alessandra Verney

Teatro Porto Seguro – Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos

Temporada: de 27 de setembro a 26 de outubro

Às quartas e quintas-feiras, sempre às 21h

Ingressos: R$60 (plateia) e R$40 (balcão e frisas)

Duração: 508 lugares

Classificação: 14 anos

Nino Original da Série Castelo Rá Tim Bum em Espetáculo| Cassio Scapine a voz de Ney Matogrosso no personagem Espírito da Aventura em: ” Admirável Nino Novo”! 

Texto e Direção Maurício Guilherme

Você está preparado para viver um momento mágico e emocionante na sua vida? Esse encontro vai marcar sua vida se você assistiu e ama a série Castelo Rá Tim Bum, porque esse Espetáculo trás o verdadeiro Nino da série para os palcos do Teatro das Artes aqui em São Paulo!My God, o verdadeiro nino, segura coração.

Comemorando 36 anos de carreira, Cássio Scapin retoma um de seus grandes personagens que fascinou crianças e adolescentes nos anos noventa.Estreia dia 07 de Outubro no Teatro das Artes

 

Ator e diretor de teatro, Cassio Scapin coleciona mais de 60 diferentes personagens em seu currículo, entre teatro, TV e cinema, dos mais variados tipos, como Ary Barroso, Jânio Quadros, Santos Dummont, Miriam Muniz na peça Eu não dava praquilo, Olavo Bilac, Brás Cubas na peça Memórias Póstumas, Urbano Madureira no Sítio do Pica Pau Amarelo, até um traficante chinês além dos vários personagens da peça O Mistérios de Irma Vap, entre tantos outros. Já recebeu 4 indicações ao Prêmio Shell, ganhando 1, e 4 indicações ao Prêmio APCA, ganhando 2. Além de ganhar também os prêmios Mambembe de teatro infantil, Arte Qualidade Brasil, Governador do Estado e 4 APETESP.

 

Para comemorar seus 36 anos de carreira, Cassio trás de volta aos palcos uma de suas mais importantes criações, depois de 20 anos sem interpretá-lo. O mais conhecido e querido personagem, do já legendário Castelo Rá Tim Bum, está de volta numa sensacional aventura inédita, com texto e direção de Mauricio Guilherme e produção de Rodrigo Velloni.

 

Numa arrojada iniciativa e acompanhado apenas do invisível Espírito da Aventura (na voz de Ney Matogrosso), o aprendiz de feiticeiro deixa o Castelo para cair na estrada e assim descobrir o sentido e a sensação do que é uma verdadeira aventura.

 

Como escolher para onde ir? Como se guiar? Que roupas levar? Com que meio de transporte? São tantas as perguntas para responder. E as possibilidades também. Sendo então nosso protagonista um jovem mágico, estas possibilidades se multiplicam em inúmeras outras.

 

Seja numa noite estrelada, num deserto escaldante, no alto do Monte Everest, no espaço sideral e até no fundo do mar, entre muitos outros lugares, explorar o desconhecido é o lema dessa viagem. Através de um novo olhar, Nino vai descobrindo o que é diferente no mundo e o que também pode vir a ser. Uma lição básica para todos que embarcam numa nova jornada, como a dele.

 

A montagem mostra um jeito completamente novo de reencontrar um velho amigo através de projeções arrojadas, truques cênicos, trilha especialmente composta e a presença do talento único de Cássio Scapin, o Nino original da série da TV Cultura que foi ao ar a partir de 1994, com inúmeras reprises até o dia de hoje, sendo considerado um dos melhores produtos audiovisuais da história da televisão brasileira.

 

Nino, o eterno menino de 300 anos, convida a todos para este reencontro nos palcos do Teatro das Artes. Crianças, jovens e (claro!) adultos também.

 

Admirável NINO novo

Teatro das Artes (769 lugares)

Avenida Rebouças, 3970 – Shopping Eldorado – 3º Piso

Informações: 3034-0075

Bilheteria: terças e quartas das 14h às 20h; de quinta a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Aceita cartão de débito e crédito. Não aceita cheque.

Vendas: http://www.tudus.com.br

 

Sábados e Domingos às 14h e 17h

 

Ingressos:

 

R$ 60 e R$ 70

 

Duração: 60 minutos

Recomendação: livre

Gênero: para toda família

 

Estreia dia 07 de outubro de 2017

 

Temporada: até 12 de Novembro

 

 

Teatro Alfa aposta em programa duplo para a criançada: peça e visita aos bastidores

Depois da sessão da peça Caixa Mágica, equipe técnica do Teatro Alfa, vencedora do Prêmio APCA 2016, leva o público a desvendar os segredos atrás das cortinas

Que tal assistir a peça e depois subir no palco para dar uma espiada no que rola atrás das cortinas, camarins e coxias, embarcando numa viagem inusitada pelo universo do teatro? Há luzes que criam inúmeros desenhos e cores, truques para a plateia só ver o que foi escolhido pelo diretor e até bicicletas que voam. Ficou interessado? Depois de assistir uma peça sobre a história do teatro, desde a Grécia antiga até os tempos atuais, o público mergulha de cabeça nos segredos e encantos dos bastidores de um espetáculo e conhece tudo que acontece atrás das cortinas.

Apostando em uma programação de entretenimento cultural, o Teatro Alfa apresenta novas datas para o Fazendo Cena – Invadindo os Bastidores. A atividade engloba a apresentação da peça e a visita aos bastidores nos dias 20 de agosto, 17 de setembro e 15 de outubro, sempre aos domingos, às 11 horas. Depois do espetáculo, a visita é conduzida pela equipe técnica do Teatro Alfa, vencedora do Prêmio APCA 2016.

O programa começa com a apresentação da peça Caixa Mágica. Dois técnicos (os atores Sidnei Caria e Thiago Andreuccetti) contam a história da arte dramática de forma divertida e da perspectiva de quem está atrás do palco. Mostram uma maquete do teatro grego, que era feito ao ar livre, só por homens e com máscaras. Passam pelos personagens ritualísticos do teatro japonês, do trovadorismo da era medieval e da commedia dell’ art até o teatro elisabetano, teatro realista e teatro contemporâneo.

Depois do espetáculo é que acontece a inusitada fuga pelos bastidores, numa espécie de expedição – conduzida por profissionais da equipe técnica do Teatro Alfa – que passa pelos camarins, coxias, por baixo do palco e fosso da orquestra. Os técnicos mostram o funcionamento do equipamento de som, da iluminação e da máquina cênica. Explicam, por exemplo, a diferença entre as diversas afinação de luz, o que é proscênio, boca de cena, urdimento, adereços e cenografia, entre outras curiosidades.

“Explicaremos como um espetáculo é construído para proporcionar o envolvimento do espectador em cada história que é contada após a abertura das cortinas”, informa Haroldo Costanzo, subgerente técnico. Toda a explanação é feita pela equipe técnica do Teatro Alfa.

“Esta experiência nasceu a partir de projeto social Descobrindo o Teatro, que acontece aqui há 15 anos e tem como objetivo apresentar para os jovens todas as profissões do universo cênico, despertar neles o interesse pelas artes e também a formação de novas plateias”, diza Elizabeth Machado, superintendente do Instituto Alfa. “É um produto único, exclusivo e muito consistente.”

  • Serviço Blog Quintal da Alegria 

Fazendo Cena – Invadindo os Bastidores

– Dias 20 de agosto, 17 de setembro e 15 de outubro, domingos, 11 horas, no Teatro Alfa. Elenco – Sidnei Caria e Thiago Andreuccetti. Direção – Cris Lozano. Duração da peça: 50 minutos. Duração da atividade: 1h10. Duração total da atividade: 2h. Aberto ao público de todas as idades. Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia).

Teatro Alfa – Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. (11) 5693-4000. Site: http://www.teatroalfa.com.br. Ingresso rápido ou pelos telefones:

11 5693-4000 | 0300 789-3377. Duração – 2 horas. Classificação – Livre. Acessibilidade – motora e visual.

TEATRO | Espetáculo infantil A Máquina de Voar, de Phil Porter, estreia dia 12 de agosto no Sesc Belenzinho 

A vida não é muito divertida para as duas crianças presas na Ala Infantil do Hospital Sta. Ruth Dos Olhos Machucados. Até a chegada de um novo menino que logo lidera uma rebelião no hospital contra o severo regime disciplinar da Enfermeira Maristela. Munido de um misterioso manual de instruções e um destemido plano de fuga, ele deixa a vida na ala de cabeça pra baixo. Repleto de risadas e cheio de ação, A Máquina de Voar é uma peça sobre feitos heróicos, conspirações desprezíveis e atos de incrível bravura.

Texto de Phil Porter com tradução de Ricardo Estevam tem direção de Eric Nowinski. No elenco estão os atores Tutti Pinheiro, Ricardo Estevam, Thomas Huszar e Mariana Melgaço. A temporada é de 12 de agosto a 10 de setembro no Sesc Belenzinho.

A Máquina de Voar é uma peça sobre o poder da imaginação para transcender os limites que a realidade impõe a todos nós. Na ótica sensível das crianças Pina e Munib, o faz de conta proposto por Bonyek é a válvula de escape ao condicionamento opressivo imposto pela enfermeira Maristela, em nome de uma instituição – o Hospital para “olhos machucados”. A parábola da obstrução e cura da visão explicita o embate entre o imaginário e o real; entre a concepção de mundo da criança e do adulto. Não à toa, a superação destas contradições se dá através de um artefato mágico, a “Máquina de Voar”, que dá nome à peça.

“Para realçar este aspecto central, potencializamos através dos recursos teatrais (iluminação, trilha sonora e projeções) a transição do ambiente convencionado como “real” (um quarto de hospital bastante insólito) para os espaços imaginários, aos quais as crianças (e posteriormente a própria enfermeira Maristela) serão conduzidos por Bonyek. Aventura, suspense, amizade e algum humor nonsense, característico da dramaturgia inglesa, são alguns dos ingredientes que credenciam a montagem” conta o diretor Eric Nowinski.

Sobre o texto

“Pra que brincar de fingir, se depois que a brincadeira termina, você volta pro mesmo mundinho chato de sempre? Não vale a pena levar uma bronca ou ficar de castigo só por isso”. Ou vale?

Com essa provocação, o personagem Bonyek faz com que sentimentos há muito adormecidos em Pina e Munib, seus companheiros de internação, sejam irreversivelmente despertados. Crianças confinadas em um lugar imundo e monótono, vivendo em um regime disciplinar cheio de restrições disfarçadas de cuidados, onde a maldade se esconde atrás do carinho e da preocupação da implacável Enfermeira Maristela. É com esses personagens repletos de contradições e graça que o autor Phil Porter constrói um mundo frio e cinzento onde só a imaginação é capaz de soltar as amarras que prendem as crianças à essa realidade e levantar voo para longe dali.

Serviço Blog Quintal da Alegria

Teatro do SESC Belenzinho

R. Padre Adelino, 1000 – Belenzinho, São Paulo – SP, 03303-000

De 12 de agosto a 10 de setembro – sábados e domingos às 12h. Sessão extra dia 07 de setembro às 12h.

Ingressos: INTEIRA 20,00 / USUÁRIO MIS 10,00 / MEIA 10,00 / CREDENCIAL PLENA 6,00

Compre nas bilheterias do Sesc ou acesse:

https://www.sescsp.org.br/unidades/25_BELENZINHO

TEATRO| Alice no País do IêIêIê prorroga temporada! 

Alice no País do IêIêIê prorroga temporada até 8 de outubro no Theatro NET São Paulo

Musical de Carla Candiotto mergulha na estética psicodélica dos anos 60 ao som de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, Rita Lee e Ronnie Von. A montagem tem 10 cenários, 70 figurinos, cenários móveis, truques teatrais e efeitos especiais

Escrito e dirigido por Carla Candiotto, o musical Alice no País do IêIêIê, livremente inspirado no clássico do escritor britânico Lewis Carroll, prorroga temporada até 8 de outubro aos sábado e domingos, às 15 horas, no Theatro NET São Paulo.
Com elenco formado por Amanda Doring, Deborah Marins, Giu Mallen, Leandro Massaferri, Leo Araujo, Pedro Arrais, Rodrigo Naice, Rosana Chayn e Victor Maia, o espetáculo apresenta a sonhadora personagem-título como uma menina deslocada, que foge aos padrões e sofre bullying na escola. Graças ao avô, dono de lojinha de discos e amante da Jovem Guarda, ela ganha ma força e ir ao encontro do que sabe fazer de melhor: cantar. Estimulada e inspirada pelo avô, Alice descobre sua coragem para cantar.

A história é costurada ao redor de canções que foram sucessos de Roberto Carlos e Erasmo Carlos (O Calhambeque, Ele é o Bom, Meu Bem, Não Quero Ver Você Triste Assim, Negro Gato, Quero que Vá Tudo para o Inferno, Festa de Arromba), Rita Lee (Esse Tal de Rock’n’roll e Sucesso Aqui Vou Eu) e Ronnie Von (Meu Bem, versão para Girl de Lennon e McCartney). Na Alice de Carla Candiotto, a sonhadora personagem-título é uma menina deslocada, que foge aos padrões e sofre bullying na escola. Graças ao avô, dono de lojinha de discos e amante da Jovem Guarda, ela vai ganha força para ir ao encontro do que sabe fazer de melhor: cantar. Estimulada e inspirada pelo avô, Alice descobre sua coragem para cantar. A partir daí, embarca em um mundo de fantasias.


Serviço Blog Quintal da Alegria

Espetáculo de teatro musical para crianças – Alice no País do IêIêIê. Estreou dia 10 de junho, sábado e domingo, às 15 horas, no Theatro Net São Paulo – Shopping Vila Olímpia, 5º andar – Rua Olimpíadas, 360. Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: Livre. Capacidade: 799 lugares. Temporada até 8 de outubro.
Ingressos:

Platéia Central R$ 90/45 (264 lugares)
Platéia Lateral R$ 90/45 (264 lugares)
Balcão 1 R$ 70/35 (104 lugares)
Balcão 2 R$ 50/25 (158 lugares)
Vendas: http://www.ingressorapido.com.br / consulte os pontos de vendas no site/4003-1212
Vendas para grupos específicos: 11.94536-6682/ 21.96629-0012
Horário do funcionamento da bilheteria: segunda a sábado, das 10h às 22h; e domingo, das 10h às 20h30.
Formas de pagamento: Todos os cartões de crédito, débito e vale cultura. Não aceita cheques.
Clientes NET têm 50% de desconto na compra de até quatro ingressos.
Acessibilidade
Estacionamento no Shopping